O QUE AS PESSOAS ESTÃO COMENTANDO SOBRE ESTA PÁGINA

“Maravilhoso! Moro em São Paulo e esta página foi um achado. Fácil de usar e comprar. Pagamento via cartão de crédito e PagSeguro. Os produtos são ótimos.”


FORTALEZA CE BRASIL

 

WhatsApp:
(085) 98815.5733

 

- Isabella Marieta Maio/2013

© 2013-2019  Socorro Filizzola e Juruá.Todos os direitos reservados

M P Socorro Filizzola M. / CNPJ/CPF 023.095.133-34

R. Xavier de Oliveira 287. Fortaleza CE 60455-660

Prazo de entrega de 7 a 12 dias de acordo com Correios

ABOUT US - RETURN POLICY

 

Send us an email to:
socorritafilizzola@gmail.com

 

SOCORRO FILIZZOLA


RUA XAVIER DE OLIVEIRA 287
FORTALEZA CE 60455660
BRAZIL

+55 85 98815.5733

www.socorrofilizzola.com.br
 

NOSSA HISTÓRIA 

Na densa Amazônia, o italiano fez um levantamento dos  produtos naturais da região - patichouli, priprioca, copaíba, andiroba, castanha-do-pará, babaçu, cera e samburá de  abelhas, dentre outras - pesquisou as ervas indígenas e se sensibilizou com a biodiversidade da Amazônia. Sentiu que encontrara ali um verdadeiro laboratório natural, ambiente perfeito para ampliar seu conhecimento científico utilizando a matéria prima da região e associando suas experiências aos costumes culturais dos povos nativos. Todas as suas receitas de cosméticos, bem como de massas, biscoitos, pães, foram anotados por ele num caderno que posteriormente foi  utilizado por sua filha caçula, Izabel Filizzola.

Filizzola deu início às formulações caseiras de produtos de beleza como sabonetes, cremes e loções como ele distribuía aos amigos, parentes e vizinhos, em caráter comercial. As matérias primas entregadas para a fabricação dos sabonetes (óleo de castanha, de babaçu, de copaíba, de andiroba, mel e ervas...), eram extraídas das margens do fértil Rio Juruá onde a família possuía seringais e fazendas. Os cosméticos foram muito bem vindos, pois supriu uma necessidade local da população carente de produtos de beleza e higienizantes numa época em que a infraestrutura era pouco desenvolvida.

 

 

 

 

 

Izabel Filizzola

 

 

 

Na região de Óbidos (PA), ele conheceu e mais tarde se casou com Joventina Sabattine Figueiredo, filha de Januário Florêncio Figueiredo e Cezarina Sabattine e tiveram três filhas: Irene, Cezarina e Izabel. Januário e sua esposa Cezarina eram os proprietários da fazenda Curralinho e Santa Leocádia, ambas localizadas no município de Oriximiná (PA) Além de possuírem também um seringal no rio Juruá, no estado do Amazonas (AM).

Francisco Filizzola e sua esposa viveram algum tempo no município de Óbidos, onde as prendas domésticas, o cultivo de canteiros com hortaliças, o conhecimento de instrumento musical como o piano e o bandolim, o recital de poemas  e outro ditavam os costumes da época. A música, a poesia, o vestir e o brincar lembravam a cultura da velha Europa.  Aos poucos, foram se chegando a ele pessoas que sonhavam com a juventude eterna e que buscavam alívio para as mazelas do corpo. Satisfeitos com os resultados, os produtos foram conquistando o gosto popular galgando fama e força, solidificando assim, na região norte do Brasil, mas precisamente na Amazônia, o império da linha do cosmético de beleza Juruá, cujo valor é imensurável para a família.

 

 

 

 

Tônia Carrero em visita a loja Juruá em Belém

 

 

 

 

Ao falecer, Francisco Filizzola transmitiu todo seu amor pela botânica a sua terceira filha, a herdeira Izabel Filizzola, que deu continuidade aos trabalhos desenvolvidos do pai com destemor e bravura. Os produtos de beleza da Amazônia deram um decisivo passo na era de Izabel Filizzola, que era conhecida como a "Dona da Juruá", Foi ela que batizou o nome "Juruá", aprimorou e criou novos cosméticos e passou a comercializar a linha. Ela transformou o que era uma produção caseira, para consumo da família e dos habitantes do Juruá, em negócio.

Seu sonho era levar a Amazônia para o mundo e com muito esforço, parte desse ideal se realizou pelas suas mãos, os produtos ganharam fama e repercussão nacional e internacional. Tudo começou quando Izabel Filizzola se aposentou do emprego de funcionária pública e resolveu reutilizar seu tempo. Para isso resgatou as formulas criadas pelo pai em seus cadernos de anotações e começou a aperfeiçoá-las. Em março de 1970 ela registrou a firma individual "Izabel de Jesus Filizzola Vieira", com sede provisória à Av. Ceará nº 21, mudando-se depois para a Rua Deodoro de Mendonça nº 319, no bairro de São Braz, em 1972 onde funciona até hoje como "Loja histórica".

 

 

 

 

 

As três sócias e irmãs, Socorro, Sônia e Gina

 

 

 

De tão aguçada que era a sua visão de futuro, em 1978, Izabel comprou um terreno na mesma rua da loja, Rua Deodoro de Mendonça, 213 para construir um galpão com 1.000m² hoje muito utilizado para a produção dos cosméticos. Começando praticamente do nada, em 1970, a empresa de Izabel foi pioneira de cosméticos de beleza da Amazônia. Ela não media esforços e atuava em todas as áreas da empresa: produção, contato (venda) direto com os clientes que faziam questão de ser atendidos por ela, entrega, administração, promoção e tudo mais que se fizesse necessário.

Izabel Filizzola presenteava damas da sociedade, colunistas, jornalistas e escritoras. Por intermédio da escritora paraense Eneida de Moraes,  os cosméticos chegaram as mãos da atriz Tônia Carrero que, satisfeita com os resultados, se tornou a principal divulgadora no meio artístico. Dessa forma, os PRODUTOS JURUÁ acabaram no toilette de outras estrelas nacionais como Claudia Raia, Vera Fischer, Xuxa Meneghel, Regina Duarte, Diogo Vilela, Carlinhos de Jesus e internacionais como a Princesa Diana, Marisa Berenson, Darlu Hanna e Demi Moore, gerando  excelente sofisticação a  marca.

 

 

 

 

Inauguração da loja do aeroporto em Belém.

 

 

 

 

Em 1986, houve o falecimento da fundadora as herdeiras tiveram que encerrar as atividade da firma individual e fundar o "Artesanato Juruá LTDA", fruto da sociedade das irmãs Socorro, Sônia e Gina Filizzola que deram continuidade ao trabalho que já vinham realizando na empresa, abrindo espaço da 3ª geração da Juruá.

A nova empresa foi registrada na junta comercial do estado do Pará em maio de 1986. Antes de sua morte, porém, a matriarca Izabel ainda teve inspiração para pensar em ampliar o atendimento da empresa ao público e foi assim que em 1982, foi lançada a primeira loja externa da Juruá: um stand no aeroporto de Belém com funcionamento de 24 horas.

 

 

 

 

 

Dâmaris Busman

 

 

 

Ao longo desses anos, a Juruá construiu e vem construindo uma história de luta e coragem, conquistando características próprias e formando conceitos que resultam numa marca muito forte no mercado.

A 4ª geração já vem atuando e mostrando seus serviços. A bisneta de Francisco Filizzola, Dâmaris Busman, é atualmente a farmacêutica  responsável pela fabricação dos produtos Juruá. Os demais descendentes atuam direta ou indiretamente na empresa. A Família Filizzola segue avante buscando soluções para dar prosseguimento a essa trajetória histórica iniciada  com muita bravura e amor.

 

Em Fortaleza, sua sucessora é Socorro Filizzola.